Blog | 14 de Dezembro de 2020

Como a Gestão de Privacidade pode ser um diferencial competitivo?

Featured Image

Como a Gestão de Privacidade pode ser um diferencial competitivo?

493 por cento. Esse é o aumento de vazamento de dados no Brasil em apenas um ano, apontado por uma pesquisa recente do Massachusetts Institute of Technology (“MIT”). Com uma estatística como essa, não deve ser surpresa que a privacidade e proteção de dados seja um assunto de destaque no mundo inteiro.

O que é surpreendente, entretanto, é a quantidade de empresas que não levam a sério a questão da gestão de privacidade e proteção de dados. O fato é que 53% das empresas têm mais de 1.000 arquivos sensíveis abertos por cada funcionário, aumentando drasticamente a chance de ocorrer um ataque de segurança cibernética ou um incidente de privacidade.

Devido à falta de preocupação de muitas empresas com a privacidade do titular de dados, os governos globais estão se envolvendo para exigir que as empresas protejam os dados pessoais de seus clientes com leis como a LGPD e GDPR.

Entretanto, sua empresa não deve olhar para a gestão de privacidade apenas como uma forma de cumprir com os regulamentos globais e regionais. Você também deve considerá-la como uma forma de se destacar dentre os seus concorrentes. De fato, 97% das empresas têm visto benefícios em investir em privacidade como um diferencial competitivo.

Se você ainda não está convencido, apresentaremos as razões pelas quais sua empresa deveria investir na gestão de privacidade para manter uma vantagem competitiva.

Uma oportunidade para superar as expectativas do cliente

Vamos começar com os fatos:

  • 96% dos consumidores brasileiros dizem que querem ter controle sobre como seus dados estão sendo utilizados.
  • Apenas 2% não acreditam que seus dados sejam vulneráveis a ataques de hackers.
  • E 70% acreditam que seus dados pessoais são menos seguros agora do que eram há 5 anos.

Os números não mentem: a relação de confiança entre empresa e consumidor está baixa.

E com 96% dos consumidores querendo ter mais controle sobre como seus dados estão sendo utilizados, estamos diante de uma enorme oportunidade não apenas de atender às expectativas de privacidade dos consumidores, mas também de superá-las.

Aqui estão algumas maneiras para você obter um diferencial competitivo investindo na gestão de privacidade:

1. Esteja em conformidade com leis e melhores práticas

Sendo uma empresa brasileira, ou com presença e negócios no Brasil, é fundamental a construção de programas e processos a fim de atender às exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). E, mesmo que seu negócio não opere dentro do âmbito da LGPD ou da GDPR, você deve tratar seu modelo de privacidade como se estivesse. Por quê? Porque esses regulamentos estabelecem alta expectativa sobre como sua organização deve lidar com os dados dos consumidores.

No nível mais básico, você deve ter uma política ou aviso de privacidade de fácil acesso – e mais importante – de fácil leitura. Use-o para ser transparente com seus clientes sobre o que você está fazendo com os dados pessoais deles, com quem eles estão sendo compartilhados (por exemplo, fornecedores terceirizados) e por quanto tempo você pretende mantê-los.

2. Forneça um portal de gestão de preferências para os consumidores

Crie um portal on-line que permita ao consumidor atualizar suas preferências para dar seu consentimento e atualizar seus dados da forma que preferir.

Isto não só mostra que seu negócio é completamente transparente, mas também que seus dados serão mais precisos do que nunca. Você também pode personalizar seu centro de preferências para coletar dados mais relevantes e personalizados. Isso ajudará a sua equipe de marketing a fazer campanhas mais direcionadas e personalizadas no futuro, trazendo mais retorno sobre o investimento.

3. Construa uma cultura de privacidade em primeiro lugar

A mudança cultural vem de cima para baixo.  Se os executivos da sua empresa não forem engajados na gestão de privacidade, será difícil para o resto da equipe sentir sua importância. Como um líder dentro de sua organização, faça com que a construção de uma cultura de privacidade seja prioridade.  Algumas maneiras de fazer isso são:

Crie embaixadores da privacidade

Pense neles como embaixadores de marca para seu programa de privacidade. O papel dos embaixadores será promover o programa de privacidade para suas equipes. É benéfico ter esses representantes em diversas áreas da sua organização, especialmente naquelas mais impactadas pelo uso de dados.

Fale sobre privacidade de dados até na hora do cafezinho

Encontre oportunidades para educar todos sobre privacidade de dados, mesmo que seja na hora do cafezinho. Alguém em sua organização avisou sobre um e-mail suspeito? Reconheça publicamente essa atitude.

Outra maneira de trazer a privacidade de dados para o trabalho é adicionar o dia 28 de janeiro no seu calendário. É o Dia Internacional da Privacidade de Dados! Você pode encontrar maneiras divertidas e criativas de fazer com que sua organização celebre essa data. Algumas organizações usam esse dia como uma espécie de “limpeza anual” e pedem aos funcionários que apaguem de seus computadores quaisquer dados que eles não precisem mais.

Adicione a gestão de privacidade ao manual dos colaboradores e promova treinamentos

Esta é uma ótima maneira de mostrar aos funcionários, desde o primeiro dia, que sua organização está levando a sério a proteção dos dados dos clientes. A inclusão da privacidade e proteção de dados no manual de boas-vindas mostra que a gestão da privacidade faz parte dos valores de sua organização. O treinamento de conscientização também ajudará sua equipe a estar ciente de possíveis ataques à privacidade.

Cultura não se resume apenas a palavras bonitas que você coloca em seu site ou na parede do escritório. São as interações que ocorrem em nível operacional dia após dia em toda a sua empresa, de cima para baixo.

Para que os consumidores acreditem que você realmente tem em mente o melhor interesse com o tratamento de seus dados, você não pode apenas falar sobre o assunto. Você também deve colocar em prática.

Conclusão: Automatize sua gestão de privacidade

Acompanhar o crescente cenário dos regulamentos de privacidade já é um trabalho em tempo integral. É por isso que tantas organizações estão optando pela automação para ajudar a simplificar o processo e garantir a conformidade.

À medida que os titulares de dados pessoais aumentam o conhecimento em relação à proteção de dados da LGPD, dentre eles o direito de acesso aos dados, bem como, devido a complexidade dos dados coletados atualmente, aumenta também a necessidade de automação para atender às solicitações do titulares, mapear dados e manter o sucesso de sua gestão em privacidade e proteção de dados. Além disso, muitas vezes devido às exigências da lei, torna-se inviável atender aos direitos dos titulares de forma manual.

Se você quer construir ou fortalecer a relação de confiança com seus clientes e estabelecer um diferencial competitivo em seu setor, a OneTrust pode ajudar  – desde o cumprimento das normas globais de privacidade até a simplificação de seu programa de conformidade. Solicite uma demonstração hoje mesmo.

Onetrust All Rights Reserved